Nem menos, nem mais: o suficiente

Discreta, antenada e determinada. Essas características fazem de Kelly Savegnago Dias uma mulher moderna com estilo confortável e clássico, o suficiente para brilhar

Eu conheço a Kelly desde pequena, mas depois que comecei a namorar e casei com o Rodolfo (Kelly e Rodolfo são primos), acompanho bem de perto sua trajetória. Ela é daquelas mulheres determinadas, que tem autoconhecimento na medida para se sentir segura com suas escolhas, tanto em relação a comportamento, quanto a se vestir. 
 
Superorganizada, ela me recebeu com um closet impecável, que parece de loja. Fiquei impressionada com a organização e com o nível das peças: tudo de altíssimo padrão e qualidade. “Gosto de tudo organizado. Como tenho espaço limitado, preciso saber exatamente o que é relevante para colocar no meu closet, por isso, prefiro comprar aquilo que vai agregar”, conta.
 
Quando questiono como começou sua história com a moda, Kelly responde que o interesse vem desde criança. “Desde pequena, adoro moda. Minha mãe sempre gostou de comprar roupinhas ‘fashion’ para mim e fui pegando gosto. Ela também costurava as próprias roupas e criava seus looks. Algumas peças dela ficavam no meu guarda-roupa e, quando ela saía de casa, eu fazia a festa. Vestia os casacos de pele e me divertia. Uma vez, fui com uma aliança dela na escolinha e perdi na areia. Ainda bem a que professora encontrou”, comenta, aos risos.
 
Dessa forma, Kelly sempre manteve contato com o mundo da moda e isso se aprimorou com as viagens para o exterior. Morou na Inglaterra e na Itália, países que têm uma moda admirada pelo mundo e que lapidaram seus gostos e conceitos. Ali, Kelly conheceu estilistas e grifes que a encantam até hoje, por isso, acredita que sempre vai gostar e se interessar por esse universo.
 
Kelly é casada com Thiago Dias, mãe de Bernardo, de um ano, e administra o setor jurídico da empresa Savegnago Supermercado. Dentro desse contexto, escolhe looks mais clássicos e confortáveis para o dia a dia. “Como o Be ainda é muito pequeno e sou advogada, procuro investir em peças confortáveis e clássicas, que me permitem trabalhar adequadamente, sair com o marido, curtir meu filho em casa ou numa festinha infantil”, afirma.
 
Na gestação de Bernardo, inclusive, Kelly sempre estava linda. Lembro do dia que usou um vestido de crochê feito pela avó Izaura. Adoro peças assim, com história e repleta de bons sentimentos. “Minha avó usou esse vestido, há 60 anos, em um casamento. Quando me viu grávida, lembrou-se da peça e me deu com o maior carinho. Adorei!”, conta a advogada, que tem uma relação bem próxima e maternal com a avó. 
 
Aliás, foi a avó que também a presenteou com a primeira bolsa Chanel. “Ela e meu pai foram até Londres, onde eu morava, na época, para comemorar meu aniversário. Minha avó pediu para escolher o presente e eu não tive dúvida: uma Chanel. Que delícia!” conta Kelly, em meio a outras bolsas lindas que separou para mostrar.  
 
Ela gosta de roupas, bolsas, joias e maquiagens, como todas nós, mas sua paixão mesmo são os sapatos. Até eu me apaixonei pela coleção luxuosa. Sabe aquele sapato que veste a mulher por inteiro? Então, Kelly tem um bom número desses pares. “Quando quero dar um up no visual, invisto em belos pares de sapatos. Eles sempre servirão e deixarão o look mais especial”, garante. Por isso, muitas das produções de Kelly se destacam pelo sapato, o que mostra exatamente a discrição que a satisfaz. São detalhes sutis que fazem a diferença e mostram que uma joia nos pés é o suficiente para brilhar. Esse é o estilo Kelly de ser!